segunda-feira, novembro 11, 2019

Para "aninhar" a Vitória.


É aqui que se "aninha" a Vitória.

 Apesar de ter feito várias maneiras de acomodar o bebê no berço, como almofadinhas e rolinhos, ainda não tinha criado nenhum "ninho". E foi um ninho que que pediu a Renata, mamãe da minha netinha Vitória. Depois de procurar alguns modelos na internet, adaptei uma coisa e outra e acabei fazendo o meu ninho.


Não que tenha grande diferença, apenas pequenas adaptações - pelo menos os que eu vi, são muito semelhantes. Uma das coisas que fiz, foi colocar um zíper na parte  inferior do ninho, para encaixar um colchãozinho que pode ser retirado para lavar a peça.


Usando as mesmas cores de outras  que fiz , para o quarto da Vitória, como o babyquilt e a almofada com nome, o ninho também tem estampas nas cores verdinho e lilás. De um lado, xadrezinho em tons de lilás, e de outro uma estampa de patchwork nestas cores. Pode  ser usado dos dois lados, como mostram as fotos abaixo, com a peça aberta.



As duas "perninhas" são aproximadas com esta fita, que vai sendo afrouxada conforme o bebê cresce, aumentando o tamanho do ninho. Simples, relativamente rápido de ser feito, o ninho proporciona o aconchego que o bebê precisa, depois de ficar tantos meses crescendo na barriga da mamãe.


Por enquanto a Vitória ainda cabe no seu ninho. Nasceu pequena, mas está rapidamente recuperando. As bochechas são gorduchas, as roupinhas lá dos primeiros dias já não servem, cresce como deve crescer um bebê saudável. Uma fofura! 😍


sábado, setembro 28, 2019

O babyquilt da Vitória




Todas as combinações de cores  que encontramos na natureza são perfeitas! Uma dessas combinações é que foi usada para  o enxoval de quarto da minha netinha Vitória. E partiu da pintura feita num baú que já era da minha nora Renata desde sua infância, e que acomodou o enxoval da Vitória: delicadas flores roxinhas pintadas em fundo branco.


A Renata escolheu esse padrão: quadrados cortados  em triângulos e costurados em novos quadrados. Muitos!


Além do roxinho, entraram estampas em lilás bem clarinho, rosados, azulados e tons mais fortes. O verde usado foi praticamente o mesmo, em várias estampas.


Bem grandão, o quilt vai servir por muitos anos, aquecendo a Vitória e colorindo o quarto.


E o quilt, como foi feito? Já dá  prá ver o padrão do lado colorido...


...mas do lado avesso (que é todo em poá verdinho) o desenho formado   pelo pesponto fica bem claro:  V de Vitória!
 No centro do babyquilt está a letra V, que segue para cima e para baixo. 😀


Agora é só usar! E os dias ainda frios garantem longo uso do babyquilt.

A menina já está fazendo um mês de vida! E as outras peças do enxoval de quarto vêm logo a seguir. 💜💚💜💚💜💚



sábado, junho 01, 2019

Para os passeios da Vitória.



 No último post mostrei o começo do enxoval do quarto da minha netinha Vitória. A almofadinha com nome tem as cores escolhidas para o quarto da guriazinha: tons de verde e de lilás .


Mas antes disso, já tinha feito este kit para passeio, que dei pra Renata no seu primeiro dia das mães. Para estas peças não usei as cores do quarto, porque serão usadas nas saídas com o bebê, como ir ao pediatra (e visitar  a vovó). 😉


Estes tons meio salmão meio coral são tão lindos e tão alegres! Usei para fazer um porta-fralda, uma nécessaire, um saquinho e um ursinho - que tem a estampa numa cor mais escura e um coração combinando. ❤️





As outras peças para o quarto estão em obras. Tenho agora na máquina  de costura o  babyquilt, que pelo tamanho e complexidade  é o trabalho mais demorado. Mas não vai demorar muito para aparecer aqui.

domingo, maio 26, 2019

A vez da Vitória.




É ou não é um nome lindo? 😉 É como vai se chamar minha netinha, que vai nascer em alguns meses: Vitória.  Esta almofadinha com nome é a primeira peça que faço para o enxoval do quarto  - das peças de costura, porque o tricô está nas mãos da outra vovó, especialista nessa área.


As cores foram escolhidas pela mamãe Renata, a partir de um baú de sua infância, e que vai fazer parte do quarto da guriazinha: branco com delicadas flores em lilás e verde.



A frente da almofada ou travesseirinho tem um mix de tecidos que vão aparecer nas outras peças. A parte de trás tem xadrez verde e branco e a parte do envelope da fronha é em xadrez lilás e branco.


  Esta é apenas a primeira peça, muitas outras serão feitas e mostradas aqui. 💚💜



domingo, maio 05, 2019

Em preto e branco



Sempre digo  Casa al mare um mundo de cor. É uma das  hashtags preferidas no meu Instagram. Adoro  cores e o mundo bem colorido. Mas tenho uma paixão pelo preto com branco. Elegante, pode ser suave e também dramático.  Fica lindo em decoração, em louças, em roupas.  É difícil errar usando esta combinação. 


E foram as cores que usei para o presente para o Lucas. Ou melhor, peguei carona na escolha da Elissa para o quarto do bebê. Um quarto de bebê em preto e branco??? Sim! E ficou lindo! Charmoso e especialíssimo!


O presente que fiz foi esse cordão de bandeirinhas  para pendurar  nas grades do berço - ou na porta, na parede... E mais um coraçãozinho com estampa  de instrumentos musicais pra combinar mais ainda com as peças do quarto do minirrocker.


E você, também gosta de decoração em preto e branco?
 



domingo, abril 28, 2019

Crochê para enfeitar



As folhas coloridas são características do outono. Mas as reais duram pouco tempo. Antes de chegar o inverno a maioria delas já apodreceu, morreu, virou adubo. Então, para manter o ar outonal dentro de casa podemos usar as folhas criadas artesanalmente, em tecido, crochê, tricô...




Estas foram feitas para minha amiga Vera, (depois que ela viu as que eu fiz e mostrei aqui) enfeitar o marco da porta de uma casa em Tiradentes, no interior de Minas Gerais. 


Decoração sazonal, as folhinhas em crochê podem depois ser substituídas por ramos de flores na primavera. Quem não gosta?


E como foram criadas? Cheguei a procurar um modelo na internet, mas depois que fiz uma "colheita" de folhas aqui no pátio e na área verde um frente de casa, em vez de me inspirar no Pinterest,  fiz minha própria versão delas, copiando formas e cores. Não ficou bacana? Eu gostei muito!


Na porta/janela do meu quarto ficou assim:




domingo, abril 07, 2019

Crochê para festa



O crochê anda em alta por aqui na Casa al mare. Os últimos trabalhos  foram todos  nesta técnica, como as folhas para receber o outono (neste post) e que rendeu uma nova encomenda para enfeitar uma casa lá em Tiradentes, com a linda vista da Serra de São Jose. Mas isto é assunto para o próximo post.



O post de hoje é para mostrar estas bases ou mandalas que foram encomendadas para comporem um painel ( junto com outros objetos) para um casamento realizado neste sábado em  Porto Alegre.



Foram dez peças (mais duas bem pequenas) para serem colocadas em bastidores e penduradas atrás da mesa da celebração.



Alguns modelos procurei na internet, outros acabei vendo o modelo e adaptando para o tamanho que precisava, outros ainda copiei de peças que já tinha feito. Esta da foto abaixo, por exemplo, ja fiz vários jogos de sousplat, em outras cores e outras linhas.



Ficou esquisitinho este aqui de cima, assim solto, mas preso ao bastidor, ficou redondinho. 😉  Usei a linha Barroco, da Círculo, ótima para trabalhar. É macia ( 100% algadão) rende bem - usei a número 6 na cor cru. E a agulha de 4 mm.

!


E aqui, para encerrar, foto das peças compondo o cenário, divulgadas pela Omelete Eventos nos seus stories do Instagram. No destaques do stories da Casa al mare do Instagram também tem outras fotos. Achei lindo! 😀