segunda-feira, novembro 21, 2016

Mar de estrelas


Tradicionalmente o Natal é em verde e vermelho. Tradicionalmente, não necessariamente. Eu tenho uma amiga que adora cores, tudo muito colorido e acha que além do verde e do vermelho, também devem participar desta festa o cor de laranja, o cor de rosa, o pink, o azul,  e muitos tons de várias cores!


Então eu, que também adoro cores, fiquei bem contente de fazer uma constelação de estrelas  com todas estas cores para ela colocar na árvore de Natal -ou nos enfeites pela casa, ou dar de presente...


Uma ideia bacana também é usar as estrelas junto com fitas, cordões, fios, para enfeitar os pacotes de presentes. Aliás, aqui na coluna da direita, em tutoriais, postei há alguns anos várias ideias de pacotes .Aqui, tem ideias para fazer embalagens usando tecidos, eslástico e botões.


As estrelas são de feltro, com enchimento com fibra siliconada e têm fio de nylon incolor para prender no pinheirinho. Eu havia feito poucas coisas em feltro, mas neste ano  usei este material muito versátil para fazer um móbile para minha neta Stella - de estrelas, que é o significado do nome dela. Se você ainda não voi, o post está aqui.


Daí a Vera viu, e encomendou muitas estrelas para este Natal. E aqui estão elas!


O bacana é que as estrelas não precisam ficar restritas à decoração de  Natal. São enfeites bacanas e, se  borrifar perfume, elas podem ser colocadas no guarda-roupa , junto dos cabides ou nas gavetas. Cheirinho gostoso ao abrir o armário está garantido!


E feltro tem cores tão bonitas, que fica difícil escolher apenas uma ou duas.  Mesmo que sejam parecidas, como este coral da foto acima, que fica entre o laranja da primeira foto e o vermelho, que aparece depois. Mas ao vivo dá para identificar perfeitamente todas as cores e tons. E isto só deixa tudo mais alegre!

 
Branco, que é minha cor preferida, não poderia faltar! Uma das cores mais antigas, de quando se encontrava feltro branco, preto e alguma outra cor raramente. Com o crescimento e (algum) reconhecimento do artesanato, foram aparecendo muitas cores  e até feltros estampados lindos!




Fica muito bom ter várias cores, porque dá pra fazer composições  de vários tipos, como este degradê...


...este conjunto delicado...

...e cores contrastantes. E tudo fica alegre, colorido, delicado e também vibrante.


Até uma guirlanda pode ser criada!



E você, que cores gosta no Natal?


Você pode ver outras sugestões de embalagens pra presente aqui, usando material com brilho;
aqui, usando fios junto com croché e outros materiais;
 e aqui, etiquetas para os pacotes.

domingo, outubro 16, 2016

Branco, amarelo e cor de cinza no trocador de fraldas da Stella


Já mostrei no post anterior o móbile de estrelas que fiz para minha neta Stella. Hoje, as fotos são das peças que ficam em cima da cômoda para fazer a troca de fraldas do bebê. As cores escolhidas foram branco, amarelo e cor de cinza, uma combinação suave e que não cansa, em várias estampas.


Começando pelo porta-fralda. Em vez daqueles bolsos tradicionais para acomodar as fraldas e os produtos para limpeza do bumbum do bebê, minha filha Rita queria uns cestos de tecido para ficarem pendurados em um varão. Como teria que furar a parede, eu fiz, por conta própria, um porta-fraldas que pode ser pedurado (tem duas alças) mas também pode ficar sobre a cômoda.


Com formato de cesta ou de bolsa, a peça é reversível. Em um lado usei esta estampa de passarinhos. Do outro lado,  este chevron cinza e branco...


...com um detalhe aplicado do tecido que faz o outro lado.


Também fiz um cestinho redondo, outro reversível. Chevron de um lado e listras de outros tecidos nas mesmas cores, usadas em outras peças.


Forrado com saquinhos plásticos,é usado para colocar as os lenços umedecidos e as fraldinhas sujas .


E, enfim, o trocador de fralda.  Já na hora de comprar os tecidos, a Rita definiu como queria a espuma forrada: estes losangos em cima...


...chevron embaixo e a borda em cinza liso.


Para cobrir o trocador, um plástico cristal com borda de viés cinza e lacinhos para fechar. Tudo combinadinho e delicado.



Ah, e o urso - ou ursa, já que a ursinha menina se chama Catarina. E tem mais coisas para outro post. Até lá!


quarta-feira, setembro 07, 2016

Estrelas para a Stella


Acho que vocês já sabem: há pouco mais de três semanas me tornei uma feliz vovó. A Stella nasceu no dia 15 de agosto, um pouco antes do previsto, e nos últimos dias estive em Porto Alegre acompanhando os primeiros dias da neta e da minha filha Rita como mamãe. É um encantamento!


Como o nome da menina significa estrela, em italiano, fiz um móbile  que, a partir desta quarta semana, ela começa e distinguir e acompanhar com os olhos. Bem colorido - como o babyquilt que mais adiante vou mostrar aqui - o móbile tem várias estrelas caindo de uma nuvem branquinha. Tudo de feltro (material que usei poucas vezes nos meus trabalhos).


No dia em que voltei pra casa, pendurei o móbile no puxador de um armário alto, que fica acima do trocador de fralda, para fotografá-lo. E por aí ele ficou, pelo menos por enquanto. Ali, a guriazinha vai poder vê-lo em movimento e, mais adiante, tocar as estrelinhas com as mãos.


Quando estava fazendo a nuvem de feltro branco recheado de plumante, lembrei das brincadeiras de ver formas nas nuvens do céu. E optei por não fazer uma nuvenzinha perfeita de desenho. Assim, às vezes vejo um cachorrinho, às vezes um patinho...


Inicialmente, a ideia era fazer cordões em vários tamanhos, mas achei mais legal  prender uma estrela em cada fio de nylon, todas perto uma das outras com comprimento parecido em cada fio. Gostei mais desta montagem, porque conforme se mexem pelo vento, ou pelas mãos, outras estrelinhas vão aparecendo.


Esta  foto acima é da vista que a Stella tem, deitada no trocador de fralda.
E, na foto abaixo, o móbile à noite, iluminado por luzinhas indiretas.



Na foto abaixo aparece parte do trocador, que será motivo de novo post. mais adiante.


domingo, julho 17, 2016

Receitinha para adoçar o inverno.


Frio, muito frio por aqui. E um vento gelado que diminui ainda mais a sensação de frio que se tem. Em dias assim, bom mesmo é ficar quentinha dentro de casa  saboreando as delícias do inverno. E uma delas é tomar um chá quentinho saborizado com casquinhas de laranja com açúcar. Sabe fazer? Vem ver:


Descasquei duas laranjas (pequenas, usei laranja do céu, mas pode ser com outra), cortei em tirinhas pequenas e deixei de molho em água bem quente por aproximadamente dez minutos. (Dica da minha filha Júlia).


Depois deste tempo, tirei da água e sequei com um pano de prato (pode usar papel toalha) . Coloquei, então, numa frigideira junto com uma xícara de açúcar e deixei ferver.


Ferveu, fazendo bolhas, até secar na frigideira. Importante ficar mexendo todo este tempo para o açúcar  grudar na casquinha  e não queimar.


Neste ponto, passei para um prato de vidro, esparramando bem.


Deixei esfriar e armazenei num vidrinho de geleia. Como não coube tudo, troquei para um potinho de netella (acho que de 200ml).


Pronto! Pode ir para dentro da xícara de chá, pode comer puro - fica doce com o amarguinho da casca da laranja. Pode, também, ir para um saquinho de celofane pra presentear alguém. E, então, é só aproveitar!


xxxxx

Como já estava com a "mão na massa", aproveitei e fiz um açúcar saborizado com laranja para adoçar o chá ou café.

 
Um copo de suco puro, sem sementes...


... com uma colher (de servir) de açúcar.


Deixei ferver e engrossar, mexendo sempre.


Como secou demais (foto abaixo),  botei o doce de volta pra panela com um pouquinho de água, mexendo sempre. Fazendo é que aprende!


Tirei, então quando alcançou a consistência de um melado. E foi para um vidrinho, pra se servir com colher. Aqui neste ponto, se você tiver aquelas forminhas bem pequenas, em forma de coração ou qualquer outro modelo, pode colocar este doce na forminha e esperar secar. Depois, põe em vidrinhos para ir à mesa. Eu não tenho, então  ficou no vridro mesmo.Fica bonitinho  na hora de servir o chá - ou café. Bom proveito!