segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Log cabin


Muitos dos moldes usados em patchwork foram criados nos Estados Unidos, onde os pioneiros reutilizavam tecidos, fazendo cobertas, toalhas e outras peças para uso doméstico com pedaços de roupas que não poderiam mais ser usadas. E os nomes destas técnicas são bastante interessantes, porque descrevem alguma atividade humana.
Esta é a técnica log cabin, que significa cabana de toras. Conforme os modelos originais, um quadradinho central significa o fogão, a lareira, o fogo, enfim. Para o lado em que o fogo está dirigido, os tecidos são claros, como que iluminados pelas chamas. De outro, são escuros, por não receberem a luz . E as tirinhas de tecido vão sendo colocadas ao redor, como se estivessem construindo uma parede de toras.

4 comentários:

Bruna disse...

Sabe que é por isso também que eu gosto tanto de patchwork? Não é o simples fato de unir retalhos, mas toda a história e tradição que existe por trás.
beijo

Beti Copetti disse...

É isso, Bruna. Não só a história desta técnica é interessante, como ela também serve para que as pessoas expressem seus sentimentos. O que é possível ver no filme Colcha de Retalhos, quando aquele grupo de mulheres se reuniam para fazer uma colcha onde cada uma dizia, através de retalhinhos, o que entendia por felicidade.

Frederique disse...

Your log cabin is gorgeous, so bright and colorful, I love it !!

Beti Copetti disse...

Thanks, Frederique. Your coment is so nice!