sábado, agosto 04, 2007

Aqui está

Há um mês atrás me perguntaram no msn se eu fazia colchas. Mas é claro!! Prá quando? Que cor? Que modelo? Um novo desafio é sempre bem-vindo. Então foi mandar foto pra lá, e-mail pra cá, escolher cor, tipo de tecido, modelo. Pronto. Tudo decidido, vamos às compras!


Este é um capítulo à parte. Pode perguntar pra qualquer pessoa que faz patchwork: loja de tecidos é um parque de diversões! Cores, estampas, novidades - cada loja de tecidos é uma festa. Não sei se as vendedoras gostam, mas sempre são gentis. E puxam das estantes peças de todos os tecidos que quero olhar - fico até constrangida! Mas realmente fico feliz em admirar novas estampas, aproximar um tecido do outro pra ver qual a melhor combinação, decidir quanto de cada um... Uma alegria!Além dos tecidos para o topo, também escolher o fundo, a fibra, as linhas... que mais? Mãos à obra!

Ao chegar em casa, baldes e bacias com água pra molhar os tecidos, depois estender no varal e passar bem lisinho. Como o modelo já tinha sido escolhido, o passo seguinte foi cortar os quadrados e dispender algum tempo até situá-los na melhor disposição, intercalando florais com xadrezes e listrados. Vamos à máquina de costura. Seis quadrados na largura por oito no comprimento, mais as bordas - uma de listras fininhas de verde e branco, uma de floral barrado, outra de xadrêz pequeno, mais uma de cor de vinho . Rápido, não?

Bom, agora vem o trabalho pesado. Não tenho em casa aquelas mesas enormes dos estúdios de patch, onde cabe uma colcha de casal em cima. Mas, sempre se dá um jeito - estica, puxa, prende: a fibra está no lugar, bem presa ao topo. Optei por fazer o quilt nestas duas partes, e depois prender o forro. E esta foi a parte mais demorada e dolorida! Muitos furos nos dedos com a agulha para quiltar tudo. Depois, prendi o fundo, rebatendo as laterais para cima, para formar a última borda. Costura feita, prendi o forro à colha usando 63 botõeszinhos brancos, com linha verde de pesponto. PRONTA!

Hora dos presentinhos. Uma almofada para combinar, dois sachês de coração e mais um saco feito em algodão cru (última foto) com uma aplicação de tecidos usados na colcha, para guardá-la quando não estiver em uso. É importante que seja de algodão para uma boa ventilação. Por último, umas espreizadas de perfume para roupa de cama. É isto.
Verinha, diz aí o que achou!

7 comentários:

Bruna disse...

Ficou linda esta colcha! Adorei também o saquinho para guardá-la. Minha manta de cachorros eu guardo num saco de tnt :)
beijocas

Vera disse...

Linda, Beti! E fez o maior sucesso! A presenteada recebeu no sábado a noite e no domingo de manhã já exibia para toda a família. E a família toda em romaria para o quarto, ver, admirar e elogiar! Elogios ao bom gosto, ao acabamento, enfim, tudo! Beijão!

Isobel disse...

What a beautiful quilt! And such a lovely care with the details. Congratulations!
x

Júlia Copetti de Queiroz disse...

Mami!
Essa foi a colcha mais linda, depois da minha é claro!

rosa disse...

lindo lindo,adorei estas cores,que perfeição,vou te linkar nas minhas amizades,adoro teu tbl,um feliz fim de semana,muito obg pelo convite no flickr,gostei,um abraço.

lIZ disse...

LINDÍSSIMA!!!!! BRAVO!!!! QUE MÃOS ABENÇOADAS!!!
BJOCAS
lIZ

Beti Copetti disse...

Fico muito feliz com os comentários! Obrigada!!
Isobel, thank you!!