segunda-feira, novembro 05, 2012

O pátio está novamente verde!


Sim, o pátio está verde. E por que não deveria estar verde? É primavera, já faz clima de verão, isto é o normal desta época, não é? É, mas vou contar uma pequena história.

Aroeiras, casuarinas, pinus, acássias, corticeira. Tudo ficou assim.

Há um mês atrás, no último domingo de setembro, alguém muito irresponsável botou fogo no campo aqui ao lado de casa, num dia em que o vento nordeste estava a uma velocidade de 70km/h. O fogo foi ateado longe daqui, mas com todo este vento, veio rápido e destruidor para cima das árvores, do jardim, da casa. A casa, exatamente, não sofreu. Um religioso diria que foi milagre, outros, que foi apenas uma questão de física. Na prática, o fogo e o vento quente, com uma fumaça que em determinados momentos  nos deixou sem qualquer visão do próprio pátio, de tão intensa e espessa que era, destruiu metade do nosso jardim, a cerca, as árvores ao redor e contornou a casa. Isto! Contornou a casa, queimando tudo em três lados.

 O campo aqui ao lado ficou  destruído.

Depois de muito susto, muito trabalho auxiliando os bombeiros e uma elevada dose de adrenalina, exaustos, começamos a conferir os estragos. Naquele momento dava pra ver a cerca queimada, árvores pretas, totalmente queimadas. No dia seguinte, as folhas das outras árvores começaram a cair. As que não foram atingidas pelo fogo, cozinharam com o calor. Ficou tudo com uma aparência desoladora: palmeiras, frutíferas, arbustos, grama. E um cheiro terrível.

Pitangueiras, bananeiras, goiabeiras, hortênsias: tudo queimado.

Os dias seguintes foram de chuva, por vezes intensa. Por algumas semanas, nada acontecia de diferente. Podamos os galhos  secos e esperamos. Até que alguns brotos começaram a surgir. Depois outros, folhas novas nas bananeiras, nas palmeiras, algumas flores surgindo. Que festa! Se eu já tinha comemorado o começo da primavera, com  folhas e flores novas nas plantas, ao ver quase todo pátio rebrotando foi  uma grande alegria! Claro que as frutíferas - se sobreviverem - não nos darão frutas este ano. Sem goiabas, pitangas, bananas, araçás. E sem caquis, que pela primeira vez estavam florescendo.

  A hortênsia novinha. Lá atrás, os galhos secos, de árvores que ainda não brotaram.

 Mas até o verão a sombra estará de volta. E muitas folhinhas novas estão aparecendo por todo o pátio. O que não sofreu com o fogo, como a maioria das hortênsias e  alguns hibiscos, estão lindos, cheios de cor. Botões de flores também aparecendo nas espirradeiras cor de rosa - as brancas ainda não deram sinal de vida. Os lírios brancos perfumadíssimos! A madressilva cheirosa, com perfume que invade a casa no fim do dia.


Não foi uma experiência nada agradável. Nada mesmo! Mas como diz a canção de Belchior, que Elis Regina cantava, "o novo sempre vem".

5 comentários:

Denise disse...

Que bom que a vida já renasce! Felizmente tua casa não foi atingida! Como há gente irresponsável no mundo, céus!

liquidificadorcorderosa disse...

adorei passear pelo seu blog, espia o meu depois, boa semana, Deus estava cuidando de vc e família, Ele é maravilhoso, bjus de luz!!!

Marilia Baunilha e Patch disse...

Com um jardim como você descreve, quase um horto florestal, apesar da imprudência e irresponsabilidade dos seres humanos, a natureza sempre vence. Fiquei feliz em saber que agora você já esquecendo o cheiro da fumaça.

Beijos,

Eneida

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e muita paz e saúde.


Drika Sanz disse...

Meu coração fica apertadinho de ver todo esse cinza e toda essa vegetação queimada. Que bom que a vida se renova e a natureza também tem a sua força!!!
Abraços,