segunda-feira, setembro 16, 2013

Sim, setembro é verde!


 Para mim, esta é a cor óbvia para setembro. No hemisfério sul, que é onde eu vivo, setembro traz a primavera e a renovação da vida. Árvores, arbustos, plantinhas de vaso, todas começam a rebrotar nesta época, e o meu pátio, que já é muito verde, fica ainda mais vivo e brilhante.  Florzinhas aparecendo, passarinhos se multiplicando, novos cantos, novos ninhos, novas folhas. Sim, setembro é verde!



 Certo, já começamos hoje a segunda quinzena de setembro, mas quanto mais se aproxima a primavera, mais verde fica o pátio. Parreira brotando, pitangueira florescendo, limoeiro cheio de brotos novos. Verdes de enfeite, verdes de comer, verdes de beber. E a grama, que não precisou de corte durante os meses frios, já exige que o cortador (também verde) volte ao trabalho.


Com tanto verde lá fora, é natural que ele avance casa adentro, principalmente com as plantas que colho no jardim e trago para a sala, para a cozinha, para minha oficina de costura. Sempre tem flores ou folhas pra dar mais vida. E vão para garrafas, canecas, copos e até vasos! O importante é tê-las por perto.


Mas o verde não se restringe às plantas. Aqui dentro também tem muita coisa em vários tons desta cor que significa esperança, liberdade, saúde e vitalidade, segundo este site aqui. Então, como fiz com o amarelo, que representou agosto (neste post) olhei ao meu redor para encontrá-lo. Comecei com o coração acima, que fiz em junho, com tutorial aqui, e que tenho pendurado em frente à minha mesa de trabalho.


Estes quadrinhos também estão na minha oficina de costura. Trouxe as gravuras  de Buenos Aires (retratam o Jardim Japonês e uma marina) e mandei emoldurar ainda quando morava em Porto Alegre. Eles já estiveram nas parede da minha casa lá  e também na sala daqui. Depois de um tempo guardados numa caixa, agora estão sobre um armário branco, onde guardo material de costura.


Ali na sala, entre outros detalhes verdes, o que mais gosto é desta luminária industrial -  ela aparece só no cantinho da foto. Ela estava na oficina que o marido tinha em Porto Alegre, e agora  repintada com tinta  metálica (o verde da Kawasaki) está num dos cantos da sala, ao lado da mesa de jantar. Logo, outras serão acrescentadas  na peça que já foi garagem e está se transformando em outra sala (numa reforma que parece infinita, mas deve terminar até o verão - espero).


Esta peça  é especial. Quando eu tinha perto de cinco, seis anos, meu pai, que era motorista de caminhão e viajava pelo oeste dos três estados do sul, numa das viagens encomendou canecas com os nomes das quatro filhas numa fábrica de cerâmica  chamada Campo Largo, no Paraná. Parece que esta empresa ainda existe, mas não encontrei um site. A minha caneca e a da irmã mais velha são verdes, das irmãs do meio são amarela e cor de rosa. A minha sofreu nestas tantas décadas de vida, está sem alça e com a vitrificação trincada. Não dá mais para usar com bebida, mas serve de porta-lápis ou de cachepô, para uma plantinha colocada dentro de um copo com água. Também me acompanha aqui, onde trabalho.


Mas se não posso usar a caneca com o meu nome, sempre tem uma da cor que eu precisar! Não chega a ser uma coleção, mas tenho canecas de várias cores.  Esta  da foto acima, exatamente para chá, tem um sachê de chá...verde(!) que minha nora japinha trouxe do bairro da Liberdade, em São Paulo. Foooorte, muito forte! Mas ela já tinha me avisado: põe a água quente e tira o sachê logo, senão ele fica  muito amargo. E falando em amargo, claro que não poderia faltar o chimarrão, companheiro de todos os dias, faça calor ou faça frio. Este foi o de ontem, junto das flores da pitangueira.


Bom, em casa de costureira  há muitos aviamentos (também) desta cor. Linhas de costura, de bordado, de quilt, de pesponto, alfinetes, fitas, cordões, fechos, argolas e muitos botões. E tecidos, claro! Pedaços grandes, pequenos, retalhos e em peças prontas (esta abaixo,  vou mostrar melhor em breve). São objetos que representam a alegria das costureiras - e que nunca parecem ser suficientes!



 Mas quando fui procurar roupas, acessórios, coisas pessoais, encontrei pouca coisa no meu armário. Roupa, nenhuma.  Já tive muitas roupas e calçados nesta cor, num tempo muito distante. Hoje, apenas uma echarpe, uma pulseira e um par de brincos (os dois últimos foram presentes da minha filha e da minha irmã. Ah, e os óculos! Sendo vintage, atemporal ou qualquer outro adjetivo, estes óculos estão comigo há muuuuuitos anos. A foto em preto e branco é de 1985!


E já que o assunto são os óculos, fiz mais algumas fotos, desta vez ali fora, refletindo a natureza nas lentes espelhadas. Desta vez com um baldinho de lata rendada que ganhei na semana passada da minha filha. Ele é verde, claro, e dá pra usar com vela (adoro lanternas e afins) ou com  um vasinho de vidro transparente por dentro, e servir de vaso. Lindo!


Ah, quase ia esquecendo! E os móveis do jardim, de que cor são? hahaha  Eles já foram cor de madeira, brancos, vermelhos e agora estão na cor da grama! Ontem, quando fiz estas fotos, não tinha sol, mas a temperatura estava agradável para ficar no pátio, com o chimarrão, um livro ou só descansando, sem fazer nada. São dias assim que a primavera vai trazer, pra viver  setembro, outubro e meses adiante em meio ao verde! E pra você, que cor setembro tem?



6 comentários:

Anônimo disse...

Sensacional Beti...incrível como tens um bom gosto apurado e uma sensibilidade de ver a beleza em coisas q normalente a gente nem valoriza...amei tudo.....bj

maria luisa disse...

Lindas fotos e claro que pra mim,setembro tb é verde. Tem de ser verde pq já não gosto do verão, então que pelo menos o verde do início da primavera me tragam a esperança de um verão mais ameno.
bj

Beti Copetti disse...

Obrigada, Verinha! Uma grande incentivadora dos meus posts de meses e suas cores! bj

Beti Copetti disse...

Maria Luisa, eu também não gosto do calorão do verão. Mas morando a praia, os dias terríveis são em menor número. A temperatura fica mais constante por aqui. Ainda bem!

**Lih** disse...

Oi Beti,

Tudo muito lindo e verdejante!
Amo!!!

Beijos!

mdf disse...

Trabalhos muito chique!
Lindos.
abraço de www.centralcaixas.com arte em mdf!!!