Mostrando postagens com marcador babyquilt. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador babyquilt. Mostrar todas as postagens

domingo, julho 13, 2014

Mais cor!


E chegou o dia das cores! Como prometi no post anterior, aqui estão os dois babyquilts que fiz para a Giovana e para a Eduarda, primeiras netas da minha irmã. De um lado eles são feitos com xadrezinho e bolinhas em branco e bege. De outro, listras e quadradinhos.


Escolhi várias estampas em bege a branco, e duas delas usei para as almofadinhas com nome e um dos lados do babyquilt. Além de xadrezinho e poá, tem floral, folhas e desenhos abstratos. 


Para o outro lado, onde coloquei a etiqueta Casa al mare, escolhi vários tecidos cor de vinho e vermelho bem escuro. E como as menininhas são cariocas, onde não faz o frio daqui do Sul, a fibra interna é fininha.


Para dar unidade, as duas mantinhas foram feitas com os mesmos tecidos, mas com composições diferentes: uma de faixas e outra de quadradinhos. O outro lado também está invertido, com uma parte maior de xadrezinho numa delas e a outra com o poá ocupando uma área maior.


Diferente das outras vezes, nestas peças não fiz um viés ao redor. A parte bege foi cortada em tamanho maior, e rebati por cima da parte colorida pra fazer o acabamento com pontinhos invisíveis. O quilt, feito à mão, segue as linhas horizontais das faixas. E no de quadradinhos, segue na vertical. Depois, pespontos também ao redor de toda a manta.



domingo, julho 06, 2014

Bebês chegando


Entre hoje e amanhã nascem duas carioquinhas que vão se chamar Giovana e Eduarda. Depois de 32 anos (e mais um ou dois dias) de terem nascido as minhas filhas gêmeas, minha sobrinha Juliana é que terá a maravilhosa experiência de ter dois bebês de uma vez só. Netas da minha irmã Carmen, as menininhas terão o quarto branco e bege. Uma base neutra passa calma e elegância, mas também permite destacar qualquer cor que se alie à decoração. Por isso, quando a nova vovó passou o pedido  destas almofadas com nome, disse que poderiam ser lisas ou estampadas, desde que fossem em branco e bege. A nova mamãe escolheu o modelo  desta, que eu havia feito no começo do ano. A própria vovó e vovô ganharam  almofadas que dei de presente de Natal.


 E como fiz com todos os primeiros netos das minhas irmãs, costurei um babyquilt para cada bebê. O primeiro foi há quase dez anos atrás, para a Isabela (que não fotografei). Tinha ursinhos, mas também cores fortes. Muitos anos passaram até nascer o primeiro neto da minha segunda irmã: foi somente neste ano que o Benjamin chegou. Para ele, fiz este babyquilt aqui.


Agora, para a Eduarda e para a Giovana, fiz meu presente combinando com as almofadinhas com nome que ela encomendou. Xadrez e bolinhas em bege e branco. Mas, como gosto de fazer os quilts com dois lados trabalhados, a surpresa está no outro lado, o que seria o forro. Claro, não tem nada que pareça com forro. Uma atração à parte, para serem mostrados em post especial.



domingo, março 30, 2014

O baby quilt do Benjamin


Para terminar o mês de março que teve muito azul nas minhas costuras, aqui está uma peça que tem predominantemente azul, mas também vermelho e branco. Uma tradicional combinação, que faz parte da bandeira de muitos países e que sempre é uma bela mistura de cores. Como fiz para os primeiros filhos de cada um dos meus sobrinhos (e já virou tradição) separei tecidos bacanas pra fazer o baby quilt do Benjamin.


.Este menino Benjamin não vai passar frio - não, se depender dos baby quilts que ganhou. Durante a semana eu mostrei uma cobertinha feita a partir de um bordado da minha irmã Lucia para seu primeiro netinho. Para ela e o vovô João, eu já tinha feito almofadinhas para comemorar a chegada do primeiro neto e que mostrei aqui. Hoje, o que mostro é o baby quilt que eu fiz para dar de presente para o meu primeiro sobrinho-neto menino.




Como gosto de fazer peças multiuso, também gosto de fazer os quilts com os dois lados usáveis. Um, é claro, sempre é o principal - e neste caso, a parte de cima do quilt é feita com a técnica de log cabin, juntando tirinhas de tecidos azuis e vermelhos. Entre cada bloco tem uma faixa de tecido azul liso,  e nas bordas, xadrezinho, bolinhas e estrelinhas.


O outro lado é mais simples, mas ainda assim, combinando com a parte de cima.  Fiz uma  barra usando vários tipos de xadrez. E, com destaque, um B aplicado em xadrez vermelho. Para arrematar, na emenda da faixa xadrez com o tecido branco com pontinhos, usado na parte de trás, costurei uma fita de cadarço branca com a marca Casa al mare.  Para quiltar, usei linha DMC azul escuro - e os pespontos foram feitos todos à mão.




Como gostaria de encerrar os posts  do mês azul, terminei com este baby quilt. Afinal, foi a grande quantidade de peças em azul que me levaram a chamar março de mês azul. Mas o  menininho só vai receber no próximo fim de semana, quando eu for a Porto Alegre conhecer o mais novo integrante da família. Muita saúde para o Benjamin, e muita felicidade para a nova família!


Na terça feira já começa abril. Que cor terá?

quinta-feira, março 27, 2014

Mais azul, mais bebê!


Um delicado bordado feito pela vovó Lucia foi o ponto de partida para este babyquilt suave e delicado. Excelente bordadeira, que sempre transformou em  delicadas peças os riscos de ponto cruz para os bebês das amigas e filhas das amigas, a Lucia bordou, agora para seu neto Benjamin, lindos ursinhos bebês. E me pediu para  transformar o bordado em cobertinha.



Algumas estampas delicadinhas em verde e amarelo e  principalmente em azul foram as escolhidas pra fazer a moldura do bordado.Eu  tinha ainda um pedaço  de tecido importado com ursinhos, que estava esperando um bom projeto para participar - saiu da caixa de tecidos e agora está no quartinho do Benjamin! Casou perfeitamente com o baby quilt.


Bem-vindo, gurizinho! Ou gurizão - nasceu ontem (26 de março) com mais de três quilos.



E pra quem acha que terminaram as costuras  azuis do mês de março, ainda tem mais! Mostro no finzinho do mês, pra encerrar o mês azul.

sexta-feira, junho 03, 2011

O babyquilt da Catarina




Estava faltando ainda eu mostrar o último ítem do enxoval da Catarina: o quilt. Por ser a mais demorada, foi a primeira peça que fiz, e mostrei o processo aqui. Infelizmente, fiquei sem as fotos da colcha inteira. Que coisa!




Na frente, o babyquilt foi feito no padrão log cabin, usando tecidos com estampa em vermelho e azul claro, como o restante das peças do enxoval.   Na parte de trás,  xadrezinho azul claro. Mas gosto que os quilts sejam usados de ambos os lados. Então, coloquei uma faixa de tecido com uma delicada estampa com desenho de menininhas  no campo. Nas bordas, listras vermelhas e brancas, como uma moldura. Um lado mais clean, mas ainda com as mesmas cores.


Ainda neste lado coloquei uma etiqueta bordada com: o nome da menina, quem encomendou o quilt e a data.  Como detalhe, apliquei uma estrela em xadrezinho vermelho 



Para quiltar a colcha, em vez de costura em linha reta ou acompanhando o desenho dos blocos, escolhi fazer pespontos em forma de estrelas, já que o enfeite para cima  do berço seria uma chuva de estrelas. Bem sutil, os pespontos desenhando estrelas foram feitos em linha azul clarinha e, em alguns lugares, ficou mais vísível o fofinho do que os pontos em si. O objetivo era este mesmo. Prender as três partes da colcha - topo, miolo de fibra e  parte de baixo - de uma maneira diferente, delicada e ainda alegre.

Nas fotos abaixo estão as peças  juntas.





segunda-feira, abril 04, 2011

Dia de construir estrelas




Hoje é dia de construir estrelas! Estou há vários dias fazendo as peças para um enxoval infantil, usando tecidos com estampas em vermelho e azul claro. E apesar de vermelho ser uma cor forte,  não dá pra enjoar porque o contraponto do azul clarinho deixa uma combinação harmoniosa e delicada.


Então, era só um corta, recorta, costura, emenda, passa, e começa tudo de novo... Algumas peças já estão prontas, e outras vão sendo costuradas. Como o padrão escolhido foi log cabin, é, mesmo, muita costura. Durante toda a semana passada,minha mesa ficou assim, com tiras e mais tiras que iam sendo transformadas em quadrados e mais quadrados...




Mas agora, que todos os quadradinhos já acharam seu lugar nas peças, é hora de fazer estrelas.
Tá, vou ali construir mais algumas...

Até!

quarta-feira, julho 14, 2010

Maria


Sempre gostei do nome Maria. Pra mim, representa o nome feminino. E é assim que se chama uma guriazinha linda com cabelos de molinhas (fiquei encantada com o cabelo dela), que mora em Horizontina. Há poucos dias atrás ela ganhou dos dindos um kit de patchwork feito especialmente pra ela. O travesseirinho com nome eu já tinha mostrado aqui. Hoje, mostro o quilt reversível e as outras peças.

De um lado o quilt tem vários retângulos de tecidos com estampas de bolinhas. Em vários tons de cor de rosa, combinando com a almofada com nome. De outro, os retângulos são de várias tons de rosa, verde e azul. E a borda é num tom forte de rosa. O quilt pode ser usado como coberta, como colcha do berço ou como uma espécie de tapete, pra menina deitar ou ficar brincando. Por isto, ele foi feito numa forma de quadrado (pouco menos de um metro de lado). Pra prender as três partes do quilt - topo, miolo de fibra e parte de baixo - usei pequenos botões coloridos.


No lado cor de rosa, bordei uma etiqueta com nome da menina, nome dos dindos e a data, como no quilt da Valentina. Bem artesanal.


Também fiz duas almofadinhas para pendurar, ambas com a aplicação da letra M. Com cordão de algodão cor de rosa para prender na gaveta, na porta, na parede... e botões de coração cor de rosa.


O nome também está no cordão de corações, feito para pendurar na horizontal. De um lado poá branco em fundo rosa clarinho, e de outro estampas de borbeletinhas. Os corações são presos um ao outro por botões de coração, também rosinha.

E, por último, fiz um dollquilt. A Maria ainda é pequeninha pra brincar de boneca, mas certamente vai fazê-lo em breve. Para isto já tem um quilt, miniatura do seu, para cobrir as bonequinhas. E, pra conforto delas, um travesseirinho combinando.